sábado, 29 de outubro de 2016

Aprendendo com os lobos.

              
   O  exemplo dos Lobos: Os 3 primeiros são os mais velhos ou os doentes e marcam o ritmo do grupo. Eles são seguidos pelos 5 mais fortes que os defenderão em um ataque surpresa.No centro seguem os demais membros da alcateia, e no final do grupo seguem os outros 5 mais fortes que protegerão o grupo.Em último, sozinho, segue o lobo "alpha",o líder. Em resumo, a alcateia segue ao ritmo dos anciões e sob o comando do líder que impõe o espírito de grupo não deixando ninguém para trás."O verdadeiro sentido da vida, não é chegar primeiro, mas chegar todos juntos ao mesmo destino".

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Autoridade Espiritual nº2 /2015




Autoridade Espiritual nº2 /2015

(II Sm 1.14/Como não temeste estender a mão para matares o ungido do Senhor?).

Em outra ocasião, Davi impediu que Abisai, o seu homem de confiança, matasse Saul: "Não o mates, pois quem haverá que estenda a mão contra o ungido do Senhor e fique inocente?" (1Sm 26.9).
Davi respeitava Saul de tal forma como ungido do Senhor, que não perdoou o homem que o matou.

"Pensamento será que é isto mesmo que a Bíblia ensina?"

De onde vem essa expressão “ungido do Senhor”. 
É usada na Bíblia em referência aos reis de Israel. 
E se deve ao fato de que os mesmos eram designados por Deus para ocupar um cargo,mediante a unção que lhe fora feita por juiz ou profeta.  Era derramado óleo sobre a cabeça separando-o para um cargo. 
Foi o que Samuel fez com Saul (1Sam 10.1) e depois com Davi (1Sam 16.13).
Qual foi a razão de Davi não querer matar Saul?
A razão de Davi não querer matar Saul era porque ele reconhecia que  mesmo de forma indigna,ele ocupava um cargo designado por Deus.
Davi não quis ser o culpado da morte daquele que havia recebido a unção real.

É bem verdade que: não vamos ignorar que este respeito pela vida do rei Saul,não impediu Davi em confrontar Saul e acusá-lo de injustiça e perversidade em persegui-lo sem causa (1Sm 24.15). 
Davi de forma alguma iria matá-lo, mas não deixou de invocar a Deus como juiz contra Saul, diante de todo o exército de Israel. E detalhe: ele pediu abertamente a Deus que castigasse a Saul (24.12).
Davi também dizia a seus aliados que a hora de Saul estava por chegar, quando o próprio Deus haveria de matá-lo por seus pecados (1Sm 26.9-10).
 
Concluamos
Davi não matou e nem ousaria matar Saul. Mas ele também não ficou perto e muito menos sobre a autoridade de Saul. Isso desculpa,ainda não ouvi ministração a esse respeito...
Ministração do 'não tocar' no ungido,são milhares,mas do não ficar sobre o domínio e a autoridade de um "Saul" nunca ouvi. 

Miss. Janne 







quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

VINHO NOVO!!!

ODRE






MATEUS 9.16-19


Explico: ao longo dos anos na nossa caminhada de fé, na busca de Deus. Passamos por situações e ouvimos coisas que o nosso coração assim como a nossa alma receberam diversas palavras, assim como  ações boas e ruins. “E sem querer guardamos TODAS essas bagagem na nossa alma e no coração”, ao ponto de bloquear a nossa comunhão plena com Deus... E essas bagagens de NADA nos servirão.
Se não jogar fora “coisinhas” que magoaram, entristeceram e por isso “paramos”; NUNCA vamos chegar ao ponto que o SENHOR quer para glória D’ele. Logo, não temos estrutura física e nem emocional para suportar o vinho NOVO de Deus em nossa vida.

Missionária Janne



domingo, 27 de outubro de 2013

Retaliação

Missionária Janne


Tema: RETALIAÇÃO

TEXTO BASE: Mt 16.23

Bom, é bem verdade que: estudando a vida de Pedro quando ele foi usado pelo diabo, ali vemos Satanás tentando induzir Jesus a se acomodar... Bem,segundo o ensino sobre Batalha Espiritual, quando nós atacamos estes espíritos TERRITORIAIS, INVADINDO sua JURISDIÇÃO (Poder ou direito de julgar.) e IMPLANTANDO o REINO de DEUS, “essa pessoa terá MUITOS problemas”... Os demônios poderão infernizar a sua vida colocando doenças, problemas conjugais e muitos males, é por isso que: podemos e precisamos declarar sempre que nós nos cobrimos com o sangue de Jesus Cristo para nos proteger durante todo o período de oração... Nós nos cingimos com a verdade, nós nos revestimos da couraça da justiça, calçamos a sandália da paz e colocamos o capacete da salvação. Levantamos o nosso escudo da fé contra todos os ardentes e dardos do inimigo e tomamos em nossas mãos a espada do Espírito, que é a Palavra de Deus, e usamos a Palavra de Deus contra todas as forças do mal em nossa vida em NOME de Jesus.

Livrando-se da retaliação; o que entendemos por retaliações.
Retaliação é um ataque demoníaco que atinge o nosso corpo, alma ou espírito. E isso acontece quando há em nós alguma brecha. Brecha essa, causada por legalidade, ou seja, “direito dos demônios atuar em árias da nossa vida”.  
Muitas pessoas têm um entendimento errado sobre retaliação, e ainda dizem que aparece do nada, desestabilizando a vida de uma pessoa. ERRADO.
Primeiramente devemos fazer a distinção de Retaliação com Contra-ataque. Retaliação acontece quando em nós há erros abertos, que é uma legalidade para o diabo agir, e contra-ataque é uma coisa, até considerada normal, dependendo do seu nível de intensidade.
Contra-ataques acontecem, pois guerras envolvem ataques e também defesas.

Como podemos combater as retaliações:
1-    Alargue sua vida de oração na intercessão
2-    Estruture sua base de intercessão
3-    Determine sua vida de oração
4-    Aumente a vigilância
5-    Proteja o seu coração
6-    Tenha cobertura espiritual
7-    Prestação de contas

1-Alargue sua vida de oração na intercessão

Quando um ministério cresce, sua base deve crescer junto. Todos nós sabemos que qualquer ministério no Reino de Deus “começa pelos joelhos”, ou seja, a oração. A oração é a chave espiritual que abre as portas e é também a arma que fecha as portas na cara do diabo. A base de um ministério sólido e forte é tão somente a oração. Não devemos ser inconsequentes como na parábola dos homens que construíram uma torre e não tinham dinheiro para terminá-la Lc 14.28-30-Pois qual de vós, querendo edificar uma torre, não se assenta primeiro a fazer as contas dos gastos, para ver se tem com que a acabar? Para que não aconteça que, depois de haver posto os alicerces, e não a podendo acabar, todos os que a virem comecem a escarnecer dele,
Dizendo: Este homem começou a edificar e não pôde acabar... Engraçado se não fosse triste, é que hoje ao invés disso, ocorre o seguinte: Ministérios mal estruturados, onde a base é pequena e o teto é amplo, assim, sabemos que o fim disso tudo será em uma grande ruína, se não houver a intervenção de Deus.
“Como poderia um só perseguir mil, e dois pôr em fuga dez mil?”, (Dt 32.30).
Princípios que precisamos manter; ter a prudência (cuidado) de manter a retaguarda com a mesma força e base de uma frente de ataque. Isso é um princípio para manter-se longe de retaliações.
Significado no Dicionário: 1. A parte de trás de qualquer lugar. 2. O que fica para trás em qualquer movimentação, movimento etc.: a retaguarda do desfile. 3. Mil. Nas unidades do exército, parte da tropa que fica como último elemento em campanha.
2-Estruture sua base de intercessão
Não apenas temos como precisamos entender o princípio básico do poder da concordância na oração. Uma base de intercessão pode até ser forte, e pode até ter um tamanho considerável e estável na oração, mas é bastante diferente orar sozinho do que orar em grupo. Percebemos uma explosão de poder quando há concordância na oração. Um exército disperso pode ser mais facilmente atacado, pois é bastante vulnerável. Saiba que o poder da unidade produz uma força incalculável na ação da oração.
A oração de um grupo é a melhor coisa para evitar as setas que voam em busca de intercessores solitários espirituais. É claro que é mais fácil se perder sozinho do que acompanhado, pois: Eclesiástico 4.9-10 Diz: “Melhor é serem dois do que um, porque têm melhor paga do seu trabalho, pois se caírem, um levantará o seu companheiro; mas ai do que estiver só, pois, caindo, não haverá quem o levante”.
3-Determine sua vida de oração
Percebemos que a oração e a vigilância são os princípios básicos que devem ser seguidos para prevenir as retaliações. Nada pode substituir o poder da verdadeira SANTIDADE na vida de pessoa. O poder da oração também é demonstrado na vida de uma pessoa pela persistência. Muitas pessoas vivem no dia a dia, mas não conhecem o poder de uma oração fiel. Dificilmente teremos tempo para realizar uma devocional de oração, mas antes da oração ser um fardo ela deve ser um prazer. Deus não quer que nos atribulemos para realizarmos devocionais de orações, porém Ele quer que a oração seja um estilo de vida, que ela faça parte de nosso dia a dia.
     Não desprezar o poder de uma devocional sincera de oração, porém sabemos que Deus espera mais de uma vida de oração. Devemos ser fiéis em nossa vida de oração e nas nossas devocionais, elas devem ser feitas, mas que não nos martirizemos por elas, pois, oração é um estilo de vida e não um fardo. Ser fiel na vida de oração demonstra fidelidade espiritual e ministerial e, também fecha as portas que são abertas todos os dias em nossa vida, portas essas que tenta nos destruir, além de claro, nos aproximar cada vez mais de Deus.
4-Aumente a vigilância 
 É preciso saber que o crescimento em oração, pode ser perigoso, se não houver o direcionamento do Senhor. Entendemos que cada espaço em uma batalha deve ser dado pelo poder do Senhor, por isso devemos sempre estar em pleno contato e comunhão com Deus, e termos o discernimento de perguntar para o Senhor o que é que devemos fazer.
PRESTE MUITO A TENSÃO: Se não estivermos debaixo do direcionamento do Senhor em TUDO que fazermos, irá ter RETALIAÇÃO. Cada passo deve ser dado em direção ao que o Senhor ordenou, e não na minha vontade. Por isso devemos seguir ao Senhor em todos seus conselhos.
5-Proteja o seu coração
Nunca se esqueça de GUARDAR o SEU coração, é outro princípio para nos manter longe de retaliações, porque, depois de uma batalha é normal sairmos um pouco tontos ou desestabilizados, até mesmo emocionalmente afetados, Provérbios 4.23, “Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o coração, porque dele procedem às fontes da vida”. É bem verdade que: temos exemplos diários de pessoas que se feriram após “uma guerra”, e que foram capazes, além de se desviar, ainda levar muita gente com eles. Sabe amado, se nós não resguardarmos o nosso coração poderemos nos ferir ainda mais, com os sutis ataques do diabo, e isso depois da guerra, na volta do combate, pense muito bem e reflita sobre tudo isso... Tomemos exemplos diários de pessoas que se feriram após uma guerra, e que foram capazes, além de se desviar, levar muita gente com eles. FATO.
Temos visto casos de pessoas que abriram seitas porque tinham grandes partes amarguradas não curadas em seu coração, como no caso de David Berg, que fundou a seita “A Família de Deus”, Jr 17.9.
Devemos curar o nosso coração dos golpes do diabo, e dos golpes dados até mesmo pelos homens, e por nós mesmos, devemos ter cuidado com as discussões e com as paixões platônicas, as decepções podem fazer um grande efeito se abater sobre nós.
6-Tenha cobertura espiritual
Devemos sempre ter alguém para nos cobrir em oração e nos aconselhar, isso pode ser crucial na vida de qualquer cristão, e principalmente na vida de um intercessor. Ter alguém que sempre está como autoridade espiritual sobre nossa vida, às vezes não como autoridade ministerial, mas sim como um suporte e apoio ministerial, isso é benção de Deus. Entendemos que a cobertura espiritual é algo muito importante, porque é como se fosse um caso de “paternidade” ministerial e espiritual, pois um “pai” protege seus filhos, e isso é a ordem natural das coisas. Ter alguém que pode sempre nos abençoar, orar e até mesmo nos aconselhar em questões complicadas é um padrão divino para nós,que alias,saiu de moda, não é a toa que tantos LÍDERES estão caindo, e pior levando muitos com eles.
7-Prestação de contas
Qual o PROPÓSITO da PRESTAÇÃO de CONTAS?
Você pode e deve perguntar: qual é o propósito dessas apresentações de contas?
O propósito é: Buscar, com a ajuda de uma pessoa madura, sermos mais parecidos com Jesus em todas as áreas.
O grande propósito da prestação de contas é você estar debaixo da cobertura de alguém, é que você tenha um suporte para que o seu fracasso seja evitado, ou seja, superado.
 A IMPORTÂNCIA DA PRESTAÇÃO DE CONTAS
Primeiro, as pessoas geralmente entram em dificuldades porque tomam decisões e atitudes sem ouvir alguém... Elas não alinham seus faróis.
São como um carro em noite escura, transitando por uma estrada de chão, cheia de valas e buracos... O carro tem os faróis acesos, os dois! Mas que adiantam se eles estiverem desalinhados? ...O farol esquerdo iluminando o mato à beira da estrada e o outro, focalizando o alto... A copa das árvores, o cume dos morros... E a estrada mesma não é clareada.

Mas, quando a gente busca conselho, orientação, opinião... Os faróis são alinhados... Então enxergamos a estrada e viramos a curva certa!
Segundo, é importante, porque muitos foram atacados pela síndrome de independência, não admitem falar de sua vida a ninguém e sofrem isolados.
Como vamos carregar os fardos uns dos outros se não formos dependentes?
Certa vez ouvi esta frase: “Pessoas precisam de Deus e pessoas precisam de pessoas”.
Sabem, todos os dias há pessoas fracassando, moral, espiritual, relacional e financeiramente, não porque querem fracassar, mas porque têm pontos fracos que pensam poder enfrentar sozinhas, um grande erro. Eu preciso de você, você precisa de mim, e nós precisamos de Cristo até o FIM, FATO. Que Deus nos ajude!

Conclusão
Não podemos deixar brecha em nossa vida para o diabo agir, precisamos livrar-se de toda retaliação. Retaliação é algo que é real quando estamos debaixo da potente mão do Senhor. Sabemos que pecados, todos nós temos, e que, libertação é um processo progressivo e contínuo, todos os dias precisamos dela (libertação). Mas em certas alturas da nossa vida nós nos desviamos um pouquinho dos planos de Deus, e isso acontece mesmo que seja por um curto período de tempo. É próprio do homem, mas não devemos ser tomados pela acusação do diabo, pecado deve ser; Como “um GRAVE acidente, que não podemos driblar”, porem é preciso evita-LO. 

OBS:
 Só existe um pecado diante de Deus que não pode ser perdoado, o que não for confessado!!!




Guarujá 23/10/2013